O blog feito para as noivas do interior de São Paulo
CERIMÔNIA E FESTA
Cerimônia e Festa
DressGo
Tips For Bride

Cerimônia e festa de casamento em restaurantes. Que tal?

De uns tempos para cá, as cerimônias de casamento ganharam mais flexibilidade em relação ao formato tradicional. Com isso, os noivos foram presenteados com inúmeras opções para realizar o grande sonho do casamento. Há alguns anos, a cerimônia em igreja era praticamente o único modelo possível para os casais. A tendência de casamentos ao ar livre como no campo, em fazendas ou à beira-mar ganharam força e conquistaram definitivamente o coração dos noivos. Especialmente quando pensamos em mini weddings, os restaurantes já podem ser considerados como uma das principais opções. No início, era uma tendência exclusiva de grandes cidades como São Paulo, que ofereciam excelentes opções, mas praticamente todas para casamentos de grande porte.

Hoje, várias outras cidades do estado de São Paulo também contam com restaurantes super charmosos que permitem cerimônias de casamento em seus estabelecimentos. A nossa dica é: caso você tenha um lugar preferido para jantar com seu amor, pergunte a eles sobre a possibilidade de realizar o seu grande dia no local. O mais bacana dos restaurantes é que, geralmente, os noivos têm alguma ligação emocional com o lugar – o que acaba deixando o dia do casamento ainda mais especial. Para os noivos católicos, uma cerimônia fora da igreja não tem validade pela Igreja Católica Apostólica Romana, ou seja, não pode ser realizado por um padre. No entanto, é perfeito para cerimônias ecumênicas realizadas por celebrantes ou pastores. Outra opção é realizar a cerimônia na igreja apenas para a família e, depois, fazer a cerimônia e a festa num espaço livre.

Mesa de doces de casamento no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Divulgação)
Mesa de doces de casamento no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Dani Pacces)
Mesa de doces de casamento no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Divulgação)
Mesa de doces de casamento no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Marcio Norris)

Quase sempre, os restaurantes são espaços que já oferecem o mínimo de infraestrutura para realizar um casamento perfeito. Além do mobiliário para a cerimônia e para a festa, os noivos ainda podem desfrutar de um serviço de buffet incrível. São diferentes formatos possíveis, desde finger food até buffet à francesa, que seria o menu empratado. Cada estabelecimento trabalha num formato, mas a grande vantagem é que quase todos possuem uma estrutura charmosa e super romântica, cujos detalhes foram pensados com cuidado para o seu grande dia. “Na minha opinião, vários fatores são importantes na escolha do restaurante, mas o principal é a facilidade. Acredito que a culinária também conta muito. Quando você frequenta um restaurante, já conhece a comida e se sente mais seguro na hora de tomar a decisão sobre o menu”, explica Tatiana Sahagoff, gerente de eventos do Cantaloup, que fica no Itaim Bibi, em São Paulo.

Quando pensamos num casamento em restaurante e, ao mesmo tempo, num formato mais tradicional de festa em salão de eventos, fica difícil compará-los. No primeiro caso, ao fechar o contrato com um restaurante, você acaba eliminando uma série de fornecedores. Eles serão responsáveis pelo espaço em si, pelo buffet, pelo mobiliário, além de itens como toalhas para as mesas, talheres, copos e pratos. São formatos completamente distintos e, para decidir entre um modelo e outro, é importante definir qual será o estilo do casamento. Os restaurantes são locais recomendados no caso de mini weddings e, na maioria das vezes, procurados por noivos mais jovens que estão pagando a própria festa ou por pessoas mais velhas, que já estão no segundo casamento ou casais que já estão juntos e querem oficializar a união.

Mesas de jantar para os convidados no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Divulgação)
Mesas de jantar para os convidados no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Gisele Rampazzo)
Mesas de jantar para os convidados no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Divulgação)
Mesas de jantar para os convidados no Restaurante Cantaloup, no Itaim Bibi, em São Paulo (Gisele Rampazzo)

Visitas técnicas aos restaurantes é essencial para avaliá-los e poder comparar entre um serviço e outro. “É importante pesquisar sobre a seriedade do restaurante. Às vezes, o lugar começa a fazer eventos com preços acessíveis porque está precisando aumentar o faturamento, mas não tem nenhum experiência com isso. Se tiver oportunidade de conversar com algum cliente ou fornecedor que já utilizou o espaço, é sempre bom pegar referências. Outro ponto a se observar é a manutenção do restaurante: um lugar bem cuidado, com toalhas em ordem, cadeiras limpas e banheiro cheiroso denota uma maior dedicação ao negócio. Além de, obviamente, a culinária. É sempre importante experimentar a comida algumas vezes antes de fechar o evento”, explica Tatiana Sahagoff, do Cantaloup.

As particularidades e características de cada espaço, além da infraestrutura em si e do orçamento, são determinantes na escolha do local. No caso do restaurante Quinta da Canta, por exemplo, o grande diferencial é justamente a localização, já que ele fica dentro de uma reserva da Mata Atlântica. “Nós só abrimos o restaurante aos finais de semana para almoços demorados inspirados no movimento slowfood. Nossos diferenciais são os jardins da casa, a comida deliciosa e a exclusividade do atendimento, onde os donos estão sempre presentes e garantem o aconchego do espaço”, diz Sergio Lima, sócio-proprietário do restaurante Quinta da Canta. Ao comparar os diferentes formatos e tipos de estabelecimentos, uma dica importante é avaliar o que está incluso na proposta comercial e qual será o tipo de serviço oferecido (confira um post especial sobre os principais tipos de buffets para casamento).

Os casamentos em restaurantes podem comportar até 200 convidados sentados, mas é comum que seja um número ainda menor de pessoas. “No Cantaloup, nossa capacidade máxima é para 200 pessoas e acredito que existam poucos restaurantes que comportem mais do que 100 pessoas. Podemos dizer que sim, restaurantes são adequados para mini weddings. A nossa média é de 100 a 120 pessoas, mas já fizemos eventos menores, de até 14 pessoas na sala privativa”, conta a gerente Tatiana Sahagoff.

Casamento no campo realizado no restaurante Quinta da Canta (André Kioto)
Casamento no campo realizado no restaurante Quinta da Canta (Dri Castro)
Casamento no campo realizado no restaurante Quinta da Canta (Dri Castro)
Casamento no campo realizado no restaurante Quinta da Canta (André Kiono)
Casamento realizado no restaurante Ruella, em São Paulo (Divulgação)
Casamento realizado no restaurante Ruella, em São Paulo (Divulgação)
Casamento realizado no restaurante Ruella, em São Paulo (Ricardo Cintra)
Casamento realizado no restaurante Ruella, em São Paulo (Ricardo Cintra)
Local de cerimônia para casamentos realizados no restaurante Vicolo Nostro, em São Paulo (Divulgação)
Local de cerimônia para casamentos realizados no restaurante Vicolo Nostro, em São Paulo (Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tips For Bride

Noiva

Planejamento

Cerimônia e Festa

Especial: Interior de SP
Casamentos Reais

Colunistas

Guia de Fornecedores

Tips For Bride Tips For Bride Tips For Bride
Tips For Bride