O blog feito para as noivas do interior de São Paulo
Casamento & Dinheiro
DressGo
Tips For Bride

Lua de mel, festa e casa nova? Saiba como conciliar

Quem casa quer casa… E quer festa e quer lua de mel também! Será que é possível conciliar todos esses gastos? Bem, aí depende. Claro que não será fácil conseguir alcançar tantos os sonhos ao mesmo tempo, mas também não podemos dizer que é impossível. Tudo depende de um bom planejamento e alguma disciplina. De qualquer forma, o mais importante é tangibilizar estes sonhos e transformá-los em objetivos, com prazo, valor e uma estratégia para alcançá-los.

Transformando os sonhos em objetivos

É importante que os sonhos sejam transformados em algo mais palpável. O que eu realmente quero? Um lindo casamento? Ok, então é preciso fazer um orçamento, traçar metas e se planejar para alcançá-las. No primeiro texto que escrevi aqui “Como guardar dinheiro para o casamento” (colocar o link para o texto anterior), explico maneiras de fazer o orçamento da festa e começar a poupar. Nele, a ideia é conseguir quantificar o que você está querendo na sua festa e depois de calculado o valor, pensar nas estratégias para conseguir poupar o desejado.

O mesmo deve ser feito para a viagem de lua de mel e para a casa nova. Depois de tudo calculado, é preciso dividir estes valores pelo número de meses até o casamento e então definir o quanto que terá que ser poupado por mês, até a data do casamento. Se você investir esse dinheiro poupado mês a mês, os juros irão lhe ajudar, então ficará um pouco mais fácil esta jornada.

Algumas estratégias

Tentar poupar dinheiro com tantos objetivos simultâneos (casamento, lua de mel e casa própria) talvez seja uma utopia, afinal, o casal precisa sobreviver e pagar as habituais contas neste mesmo período.

Neste caso, podemos traçar algumas estratégias, como por exemplo:

  1. O que pode ser cortado da festa de casamento e/ou da lua de mel? Aquele bolo maravilhoso de cinco andares é indispensável? E a limosine, será que pode ser trocada por um veículo mais em conta? Vale a pena ficar no melhor hotel da cidade? São apenas alguns exemplos ilustrativos, mas a decisão final é muito particular, já que cada casal deve determinar quais são suas prioridades e o que pode ser cortado sem trazer tanto prejuízo.
  2. É preciso morar num apartamento tão grande? Talvez no início fosse melhor optar por um imóvel menor, já que serão apenas duas pessoas.
  3. Que tal poupar pelo menos a entrada para o imóvel e financiar o restante?
  4. Outra opção seria começar pelo aluguel por alguns anos, até que o casal consiga fazer uma nova poupança e só então partir para a casa própria.
  5. Alguns, por outro lado, preferem abdicar da lua de mel para poder comprar o tão sonhado lar-doce-lar.

É importante saber quanto custa cada sonho e o tamanho do esforço para a realização de cada um deles. Se não for possível fazer tudo ao mesmo tempo, uma boa ideia é tentar cortar alguns itens para que os orçamentos fiquem mais tranquilos e o esforço seja mais palatável. Infelizmente, milagres não existem e temos que colocar os pés no chão para saber se nossos maiores esforços serão suficientes para bancar todos os nossos sonhos.

De qualquer forma, não desaninem, façam um bom plano de ação e mãos à obra, pois sabemos que os próximos meses serão de muito trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tips For Bride

Noiva

Planejamento

Cerimônia e Festa

Especial: Interior de SP
Casamentos Reais

Colunistas

Guia de Fornecedores

Tips For Bride Tips For Bride Tips For Bride
Tips For Bride