O blog feito para as noivas do interior de São Paulo
Casamento & Dinheiro
DressGo
Tips For Bride

Pagamento à vista ou parcelado: Qual vale mais a pena?

Uma das grandes dúvidas quando estamos nos preparativos do casamento é se é melhor pagar à vista ou parcelar. É claro que vai depender muito da situação financeira de quem está arcando com o custo do casório. Nem sempre o responsável financeiro pelo evento tem todo o dinheiro guardado e pode pagar tudo à vista…. Portanto, vamos às explicações!

Melhor pagar à vista ou parcelado?

A primeira coisa que devemos fazer é comparar os juros do parcelamento com o percentual de rentabilidade que estamos recebendo em nossos investimentos, no caso de já termos o dinheiro todo guardado e aplicado em um investimento financeiro. Como fazemos esta comparação? É fácil, mas nem tanto. No site do Banco Central, é possível encontrar a Calculadora do Cidadão e escolher a opção de Financiamento com Prestações Fixas.

easyweddings.com.au
easyweddings.com.au

Basta preencher com o número de parcelas, o valor da prestação e o valor inicial financiado. É importante lembrar que se tiver um desconto para pagamento à vista, deve-se colocar o valor já com o desconto no item do Valor Financiado. Deixe o item da taxa taxa de juros em branco (que é isso que o site vai calcular) e clique em calcular. Tem alguns exemplos no próprio site para ajudar. Vamos imaginar a seguinte situação: O valor do vestido da noiva pode ser comprado por R$ 5.000,00 à vista com 10% de desconto ou em 10 parcelas de R$ 586,15. Dado o exemplo acima, devemos preencher em número de meses = 10, deixar as taxas de juros em branco, preencher o valor da parcela = R$ 586,15 e preencher o valor financiado = R$ 4.500,00, já que tem 10% de desconto à vista, e clicar no botão calcular, que vai dar o resultado = 5,12%. É uma taxa bem alta e, possivelmente, ninguém terá um investimento que esteja rendendo juros neste percentual ao mês. Portanto, será melhor pagar à vista e ter os 10% de desconto do que pagar as 10 parcelas de R$ 586,15, pois o dinheiro aplicado não estará rendendo nem perto de 5% ao mês.

Pra se ter uma ideia, uma aplicação na poupança estará rendendo hoje (agosto de 2016) em torno de 0,66% ao mês (lembrando que a poupança é isenta de imposto de renda para a pessoa física) e a rentabilidade mensal de um investimento em renda fixa atrelado ao DI estará em torno de 1% ao mês. (Na verdade, o mais correto seria comparar os juros do financiamento com os juros deste investimento em renda fixa líquidos de impostos, mas aí o cálculo é um pouquinho mais complicado, pois depende do prazo da aplicação, então se os percentuais do financiamento e do rendimento dos investimentos estiverem muito próximos um do outro, sugiro que peçam ajuda ao gerente do banco para fazer a continha junto com vocês). Veja aqui como ficaria o exemplo na Calculadora do Cidadão no site do Banco Central:

Se, por outro lado, o responsável pelo pagamento do vestido não tiver os R$ 4.500,00 em caixa e tiver a opção de pegar um dinheiro emprestado no banco, ele deverá comparar os 5,12% do parcelamento do vestido na loja com a taxa de juros CET (Custo Efetivo Total) do empréstimo do banco e escolher a menor das duas. No cheque especial, por exemplo, tenho visto juros CET de até 18% ao mês. Neste caso, seria bem melhor financiar o vestido na loja em 10 vezes. Espero que tenha ajudado aos noivos a escolherem se é melhor pagar à vista ou parcelado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tips For Bride

Noiva

Planejamento

Cerimônia e Festa

Especial: Interior de SP
Casamentos Reais

Colunistas

Guia de Fornecedores

Tips For Bride Tips For Bride Tips For Bride
Tips For Bride