O blog feito para as noivas do interior de São Paulo
CERIMÔNIA E FESTA
Cerimônia e Festa
DressGo
Tips For Bride

Música para casamento católico: Dicas para escolher a trilha sonora perfeita

Quando você pensa em casamento católico, imediatamente vem à cabeça algo bem tradicional, não é verdade? Seja em capelas, em igrejas pequenas ou em grandes catedrais, fato é que o estilo predominante será clássico. Há alguns anos, o único repertório musical possível em casamentos católicos era apenas com músicas sacras. De uns tempos para cá, até mesmo a cerimônia religiosa ganhou um toque de modernidade. Muitos noivos passaram a apostar em músicas profanas – aquelas que estão na moda ou que fizeram parte da vida do casal, mas não tem nenhuma ligação religiosa.

Quase dá para ouvir a Marcha Nupcial e a Ave Maria tocando quando pensamos em casamento na igreja. Se você também não abre mão da cerimônia religiosa com a benção do padre da igreja católica, provavelmente, já pensou sobre essas perguntas. Quais as canções perfeitas para compor a trilha sonora de uma celebração neste estilo? Para conseguir um repertório harmônico e emocionante, é preciso eleger apenas músicas católicas ou é possível misturar estilos? Qual a melhor opção de formação musical neste caso?

Para responder a todas essas questões, pedimos ajuda a quem realmente entende do assunto: o músico Waldir Carvalho, responsável pela Acrópole Produções. Uma empresa de São José dos Campos especializada em músicas para casamentos, recepções, jantares, formaturas, bodas e missas solenes. Eles contam com formações musicais compostas por profissionais de altíssimo nível e equipamentos da mais alta tecnologia. Violinos, clarins, coral, banda, DJ e orquestra: tudo para ajudar a tornar a sua celebração um momento realmente inesquecível.

Com que música eu vou? Como escolher?

Se você e seu futuro marido escolheram dizer o tão sonhado sim em uma cerimônia tradicional, realizada na igreja, já sabem que alguns protocolos precisam ser cumpridos. É preciso ficar atento para que as exigências feitas pelo padre responsável pela paróquia sejam todas atendidas, a fim de evitar possíveis conflitos e imprevistos. Um dos principais motivos que acaba gerando mal-estares é a escolha das músicas que farão parte da trilha sonora da celebração. Segundo o músico Waldir Carvalho, dá para eleger músicas dos mais variados estilos. “Basta levar alguns fatores em considerações e lembrar que se deve ter bom senso, principalmente em determinados momentos”, diz.

clarins no altar tocando música para casamento católico realizado na igreja
Divulgação Acrópoles Produções

Todo casal de noivos quer incluir músicas que marcaram o relacionamento! Vocês são noivos e sabem exatamente como funcionam… Mesmo antes de pensarem em casamento, já tinham em mente todas as músicas preferidas, não é mesmo? Apesar disso, alguns casais costumam ficar em dúvida sobre esta escolha. O medo de errar ao misturar canções sacras e profanas acaba falando mais alto. O especialista explica este tipo de preocupação é completamente desnecessária.

“Mesmo que uma determinada letra pareça pouco adequada para o casamento, é possível dar a ela uma nova roupagem e adequá-la à situação. Podemos, por exemplo, criar uma sombra vocal – sem o auxílio da letra – e explorar a orquestra em melodia e acompanhamento”, comenta Waldir Carvalho. Outro ponto importante é escolher os músicos de acordo com seu perfil e estilo, levando em consideração a sensação e a reação que você deseja causar em seus convidados.

violinos tocando música para casamento católico realizado na igreja
Divulgação Acrópoles Produções

As escolhas certas: Hora de montar o repertório

Além do gosto pessoal – é claro! – o local e o horário da cerimônia influenciam na hora de determinar as canções e os tipos de formações musicais. Existem alguns instrumentos e ritmos que combinam melhor com celebrações noturnas. Já outros, por sua leveza e docilidade, casam perfeitamente com cerimônias realizadas à luz do dia ou ao pôr-do-sol. “Seja realizado em uma igreja, catedral ou basílica, os casamentos noturnos pedem uma formação mais clássica. Violinos, clarins, percussão, sinos e coral. Já os diurnos – ou realizados no final da tarde – combinam com opções mais simples como violão, voz, violinos e flauta”, revela o Waldir, músico responsável pela Acrópole Produções.

Independente de quando e de onde for realizada a cerimônia do seu casamento, uma coisa é certa: a canção eleita para a entrada da noiva merece uma atenção especial. É ela quem faz com que todos os presentes sejam tomados pelo clima de encanto e emoção, por isso, precisa ser perfeita. “A Marcha Nupcial sempre foi uma ótima escolha para a entrada da noiva independente de qualquer fator”, diz o especialista.

clarins tocando música para casamento católico realizado na igreja
Divulgação Acrópoles Produções

Ainda são muitas as mulheres que sonham com o momento em que as portas da igreja se abrem ao som da marcha. No entanto, há uma legião de noivas que preferem inovar, apostando em algo mais personalizado. “Nesses casos, uma boa pedida é optar por algo composto apenas pela introdução da Marcha Nupcial, seguida de uma música de menor impacto”, sugere Waldir Carvalho. Agora, caso a noiva queira realmente surpreender a todos, a melhor alternativa é deixar a Marcha Nupcial de fora deste momento. “Nestes casos, é preciso levar em consideração que, seja qual for a sua escolha, a única condição é que a música da entrada possa preencher toda igreja”, esclarece.

Para cada momento, uma música

Aproveitamos a conversa com o músico Waldir Carvalho e pedimos algumas dicas valiosas na hora de definir o repertório para sua cerimônia de casamento. São informações preciosas que irão te ajuda a eleger a canção certa para cada momento da celebração. Tudo para garantir que a trilha sonora do seu grande seja a mais emocionante e inesquecível possível.

entrada de violinos tocando música para casamento católico realizado na igreja

Entradas dos noivos: Os clássicos do rock e sucessos de bandas que marcaram a história do casal costumam estar entre os favoritos. Para este momento, os noivos costumam dar preferência a temas de filmes e músicas de maior impacto.

Entrada dos padrinhos: O ideal é escolher canções que tenham uma duração um pouco maior. Para não tornar este momento cansativo, uma boa dica é dar preferência a músicas que não tenham frases repetitivas.

Entrada de daminhas e pajens: Uma boa pedida é levar em conta a idade das crianças, na hora de escolher esta canção. Quanto menor forem os escolhidos, mais angelical a música deve ser.

Benção das alianças e comunhão: Músicas sacras e instrumentais são ideais estes momentos específicos. Clássicos como as Ave Marias e Agnus Dei são ótimas opções para quem deseja manter-se fiel às tradições.

Cumprimentos: Músicas emocionantes e envolventes são ótimas alternativas. Elas ajudam a criar o clima pedido pelo momento. Dar preferência a canções mais longas também é uma boa ideia. Aproveite para inserir no repertório uma canção mais viva, que ajude a anunciar a proximidade do fim da cerimônia.

Saída: Tão importante quanto a música escolhida para a entrada da  noiva. Ela deve ser leve e carregar um clima de festividade, já que ficará na memória dos convidados até chegarem à recepção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tips For Bride

Noiva

Planejamento

Cerimônia e Festa

Especial: Interior de SP
Casamentos Reais

Colunistas

Guia de Fornecedores

Tips For Bride Tips For Bride Tips For Bride
Tips For Bride