O blog feito para as noivas do interior de São Paulo
Tips For Bride

Como manter a conta azul durante os preparativos do casamento?

Huffington Post
Huffington Post

Gastos extras durante os preparativos que merecem atenção: são pequenas coisas que, no final do mês, podem fazer uma grande diferença no orçamento final. Quais seriam os primeiros cortes a serem feitos durante os preparativos a fim de manter as contas no azul? Nessa hora, todo o cuidado é pouco. Os gastos vão nas alturas e é absolutamente normal querer contratar serviços e produtos extras na reta final. É aí que mora o perigo, quando percebemos a conta está enorme.

Por onde começar a cortar os gastos:

1 – É sempre bom fazerem um orçamento tanto dos gastos usuais, ou seja, das despesas do dia a dia, quanto dos gastos do casamento. Qualquer coisa que saia fora do previamente estimado, pode acabar fazendo diferença no cômputo total. Então, o que se deve fazer é começar pelo orçamento. O que pretendem contratar para o casamento? Quanto pretendem gastar na festa? E na cerimônia religiosa?

2 – Tudo o que não estiver orçado ou que não couber no bolso deverá ser cortado, já que um pouquinho aqui e outro pouquinho acolá, juntando tudo, acabam fazendo uma grande diferença no bolso.

3 – Procurar itens essenciais com preços mais em conta, também pode ser uma solução. Em vez de cortar outros itens, que tal procurar algo mais simples, com um custo mais baixo? Menos é mais!

4 – Fazer por si mesma está moda. Que tal pedir ajuda pras amigas e fazerem um mutirão? Amigas foram feitas pra isso também: ajudar a noiva! Estes itens terão um valor emocional muito maior e tenho certeza de que nenhuma das amigas irá se esquecer deste momento!

5 – Por fim, já pensaram em um mini wedding? Um recepção só para os amigos mais próximos e a família. Nestes tempos de crise, um evento minimalista dá um charme especial ao momento e ainda pode fazer muito bem ao bolso do casal!

Tips For Bride

Quem vai pagar o casamento: Quando pedir ajuda para os pais?

A noiva foi pedida em casamento e aceitou! A família toda em festa, mas logo percebem que o próximo passo é começar os preparativos para o dia do “sim”. Vem então uma questão recorrente: quem vai bancar o casamento? Quando o casamento deve ser financiado somente pelos noivos e quando recorrer aos pais? É claro que, se o casal é muito novo, está começando sua vida profissional e ainda não tem os recursos necessários para bancar o casamento, o suporte dos pais será imprescindível. No caso de casais que já estejam mais amadurecidos em sua profissão, eles podem decidir pagar o casamento sozinhos, dividir com os pais, ou ainda serem bancados totalmente pelos seus genitores.

sheknows.com
sheknows.com

O que levar em consideração ao definir se contarão com a ajuda dos pais ou não?

No primeiro caso citado acima, não há muita dúvida, pois como o casal não dispõe dos recursos necessários, precisarão do suporte dos pais. No segundo caso, em que os noivos não dependem financeiramente dos pais, tudo vai depender da disponibilidade de cada um. Tradicionalmente, é a família da noiva que banca o casamento e a do noivo a lua de mel, mas não existe o certo ou errado. Em cada família, os acordos serão de uma forma. Pode até acontecer de o noivo sozinho pagar toda a sua parte, mas do outro lado, a família da noiva bancar a outra. Os arranjos podem ser muitos.

Imagina que a família da noiva tenha muitas posses e pretenda convidar muitos parentes e amigos, enquanto a família do noivo, mais humilde, só tenha alguns poucos convidados. A divisão do pagamento não precisa ser de 50% e 50%, podem ser acordados outros percentuais entre as famílias e, inclusive, se quem vai pagar serão os próprios noivos ou seus pais. O importante é que o casamento seja organizado de acordo com as posses de cada um e que não assumam muitas dívidas para que a cerimônia aconteça. Lembro que o intuito do evento é trazer harmonia e felicidade ao casal e as dívidas podem atrapalhar muito.

Tips For Bride

Ficamos noivos. Como definir o budget ideal para o casamento?

Claro que, quando sonhamos com nosso casamento, sempre queremos tudo do bom e do melhor. Porém, temos uma restrição que é o quanto poderemos economizar para investir no evento.

Tamanho e custos do evento

É muito difícil definir qual seria o budget ideal, pois os custos de qualquer evento dependem de muitas variáveis. Em primeiro lugar, seria a quantidade de convidados: se for um evento intimista, é uma coisa, mas se for um mega casamento, é outra coisa…. Depende também se os noivos vão querer uma festa mais sofisticada ou mais informal, se o evento terá somente a cerimônia religiosa, se somente a festa ou se ambas. A perfumaria da festa, ou seja, todos aqueles apetrechos que hoje em dia existem para abrilhantar mais ainda o evento, também pode fazer muita diferença no custo final.

Orçamento é a melhor solução

Acredito que a melhor solução seria o casal procurar anotar tudo que gostaria de ter no seu casamento e fazer o orçamento destes itens para saberem o quanto gastariam no casamento dos sonhos. Depois, devem subtrair deste valor o quanto que já possuem guardado para o casório e, por fim, a diferença que precisará ser economizada, deverá ser dividida pelo número de meses até a data do evento. Assim, os noivos saberão o quanto terão que economizar por mês para viabilizar a celebração deste sonho. Caso o valor esteja muito acima da capacidade de poupança mensal dos dois, o jeito será priorizar os itens mais importantes ou procurar outros serviços mais em conta de forma que o que ainda falta economizar para completar os custos do evento caibam na poupança mensal dos pombinhos.

Quando conseguimos nos planejar e nos organizar, tudo fica mais fácil. Desejo boa sorte aos noivos nesta primeira empreitada rumo à vida a dois.

Getty Images
Getty Images
Instagram
Instagram

Tips For Bride

Noiva

Planejamento

Cerimônia e Festa

Especial: Interior de SP
Casamentos Reais

Colunistas

Guia de Fornecedores

Tips For Bride Tips For Bride Tips For Bride
Tips For Bride